quinta-feira, 29 de março de 2012

CYBERCRIME


Cybercrime é tão grande quanto tráfico de drogas, diz Symantec

por lznogoud, fonte Tecnoblog/Net,


Relatório da empresa de segurança Symantec liberado, afirma que os crimes digitais já são uma atividade quase tão rentável quanto o tráfico de drogas. 

Segundo a companhia, as perdas financeiras diretamente geradas por roubos de identidade, vírus e malwares fizeram com que as vítimas entregassem exatos US$ 113.882.054.117 (US$ 113,9 bi, ou R$ 191 bilhões) em dinheiro vivo aos criminosos digitais nos últimos 12 meses. 

Já as perdas de produtividade geradas por ataques a sites e serviços geraram perdas de US$ 274,3 bilhões. 

Somadas, as perdas geradas pelo cybercrime chegam a US$ 388 bilhões, enquanto as vendas globais de drogas "acumularam" US$ 411 bilhões no período " US$ 288 bilhões gerados apenas pelo mercado de maconha e cocaína. 

Como aponta a Symantec, tal soma é mais de 100 vezes maior que o orçamento anual da Unicef, que dispõe de "apenas" US$ 3,65 bilhões para alimentar crianças carentes de todo o mundo. "Enquanto boa parte do mundo está em recessão, os crimes digitais estão em franco crescimento", diz o relatório. 

No Brasil, as perdas financeiras geradas por golpes online chegaram a R$ 105 bilhões, divididas em R$ 25 bilhões (US$ 15 bi) entregues em dinheiro a golpistas e outros R$ 80 bi (US$ 48 bi) gerados a partir de perdas de produtividade. A empresa afirma que 80% dos adultos brasileiros já caíram em algum golpe online, contra 85% dos chineses, 76% dos alemães, 73% dos norte-americanos, 51% dos ingleses e 38% dos japoneses. 

O país mais prejudicado pelo crimes online foram os EUA, que perderam US$ 139 bilhões (R$ 233 bilhões) para os criminosos da rede no ano passado.

por lznogoud, fonte: Tecnoblog/Net