sexta-feira, 2 de março de 2012

DELETANDO NO FACEBBOOK

Aline Jesus, no TechTudo


As redes sociais, para muitos, aproximam as pessoas de seus contatos. No entanto, uma pesquisa feita pelo Pew Internet & American Life Project mostrou que o que mais vem acontecendo nas redes sociais recentemente é o contrário.
Segundo o estudo, 63% dos entrevistados admitiram que estão deletando amigos de suas listas – prática especialmente comum no Facebook. Em relação à mesma pesquisa feita em 2009, o número cresceu 4%.
Além disso, há ainda uma preocupação maior com a privacidade, independente da idade do usuário. Muitos admitiram que se desmarcam em fotos quando são “taggeados” por amigos e até mesmo deletam alguns comentários feitos por seus contatos no mural ou em fotos publicadas. Houve um aumento de 7% neste tipo de atitude, se comparados os dados de 2011 com os de 2009. No geral, 58% dos “facebookeiros” afirmaram que suas configurações de privacidade só permitem que amigos vejam seu conteúdo.
Apesar destas preocupações, o vício no Facebook não mudou nada. Cerca de 52% dos cadastrados na página entrevistados admitiram que acessam o site diariamente, e mais de uma vez ao dia. O estudo mostra ainda detalhes curiosos, como os seguintes:
  • As mulheres costumam restringir seus perfis mais do que os homens (67% contra 48%);
  • Somente 2% dos usuários consideram mexer no Facebook uma tarefa difícil;
  • Jovens adultos são os que mais deletam comentários ou fotos indesejados (56%);
  • Homens postam mais coisas das quais se arrependem posteriormente (15%).
A pesquisa, que entrevistou 2277 pessoas, foi realizada entre abril e maio de 2011, com uma margem de erro de 2% para mais ou para menos.